O seu Dicionário Jurídico Online

Neoliberalismo

O Neoliberalismo é uma ideologia e modelo de política que enfatiza o valor da concorrência no mercado livre. Embora haja um considerável debate sobre as características definidoras do pensamento e prática neoliberal, é mais comumente associado à economia do laissez-faire, que é uma política de interferência governamental mínima nos assuntos econômicos dos indivíduos e da sociedade.

Em temas anteriores aqui no dicionário direito tratamos sobre temas como liberalismo, urbanizaçãorelativismo. Hoje veremos um pouco sobre o que é neoliberalismo, sua importância político-econômica, sua relação com a globalização, tipos e características.

Neoliberalismo e a Globalização

O Neoliberalismo e a Globalização são temas que estão interligados dado o paralelo entre seus objetivos. Enquanto o Neoliberalismo trata da concorrência e livre mercado como forma de pensamento e atuação política,  a globalização trata-se do movimento crescente interdependência das economias, culturas e populações do mundo na prática.

Tipos e Características do Neoliberalismo

Algumas características do neoliberalismo em termos de sua crença no crescimento econômico sustentado como meio de alcançar o progresso humano, sua confiança no livre mercado como a alocação mais eficiente de recursos, sua ênfase na intervenção estatal mínima nos assuntos econômicos e sociais, e seu compromisso com a b.

Embora os termos sejam semelhantes, o neoliberalismo distingue-se do liberalismo moderno.

Liberalismo Moderno

desenvolvido a partir da tradição social-liberal, que se concentrava em impedimentos à liberdade individual (incluindo pobreza e desigualdade, doença, discriminação e ignorância) que haviam sido criados ou exacerbados pelo capitalismo irrestrito e poderiam ser melhorados apenas através da intervenção direta do Estado.

Liberalismo Clássico

A forma revivida do liberalismo clássico. As fundações intelectuais desse renascimento foram principalmente o trabalho do economista britânico nascido na Áustria Friedrich von Hayek e do economista americano Milton Friedman. Para o britânico, as medidas intervencionistas voltadas para a redistribuição da riqueza induzem ao totalitarismo, enquanto o americano rejeitava a política fiscal do governo como um meio de influenciar o ciclo de negócios.

Sua alta popularidade principalmente nos anos 80, foi enfraquecida pela ausência do Estado e pelas crises econômicas.

A partir de 2007, a crise financeira e a Grande Recessão nos Estados Unidos e na Europa ocidental levaram alguns economistas e líderes políticos a rejeitar a insistência dos neoliberais em mercados maximamente livres e a exigir maior regulamentação governamental dos setores financeiro e bancário.

Outros pontos negativos apontados por críticos do neoliberalismo são:

  1. Danos sociais e ecológicos: alguns economistas argumentam que o neoliberalismo é um sistema que socializa custos e privatiza lucros.
  2. Exploração: os críticos argumentam que a economia neoliberal promove a exploração e a injustiça social.
  3. Antidemocrático: estudiosos afirmam que o neoliberalismo enfraquece os elementos básicos da democracia.

Faça uma Pergunta ou Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.