O seu Dicionário Jurídico Online

Comunismo

O comunismo é uma ideologia política e econômica desenvolvida no século XIX por Karl Marx e Friedrich Engels, ambos filósofos políticos, com o objetivo de estabelecer uma sociedade comunista socioeconômica estruturada sobre a propriedade comum dos meios de produção e a ausência de classes sociais, dinheiro e do estado.

Em artigos anteriores aqui no dicionário direito tratamos sobre temas como sociologia, xenofobia, ideologia e feminismo. Veremos neste artigo um resumo de comunismo, seu pensamento quanto ao capitalismo e o socialismo.

Karl Max e a Queda do Capitalismo

Marx previa a queda do capitalismo, identificando duas fases do comunismo que seguiriam esta queda:

  • Primeira: seria um sistema de transição no qual a classe trabalhadora controlaria o governo e a economia, havendo ainda necessidade de pagar às pessoas de acordo com quão longo ou bem elas trabalharam.
  • Segunda: seria o comunismo plenamente realizado, uma sociedade sem divisões de classe ou governo, na qual a produção e a distribuição de bens seriam baseadas no princípio “de cada um, de acordo com sua capacidade. Para cada um, de acordo com suas necessidades”.

Comunismo e Socialismo

O comunismo é um ramo do socialismo. É semelhante na medida em que ainda se baseia na ideia de cooperação coletiva, mas difere na medida em que os comunistas acreditam que a cooperação deve ser dirigida por um governo totalitário composto por apenas um governo.

Tornou-se a filosofia política dominante de muitos países da Ásia, Europa Oriental, África e América do Sul.

Comunismo e a Rússia

No final do século 19, a filosofia comunista começou a se desenvolver na Rússia. Em 1917, os bolcheviques tomaram o poder através da Revolução de Outubro.

Esta foi a primeira vez que qualquer grupo com um ponto de vista decididamente marxista conseguiu tomar o poder. Eles mudaram seu nome para o Partido Comunista e enviaram seus ideais para todos os partidos socialistas europeus.

A partir desse ponto se nacionalizaram todos os bens públicos, assim como fábricas e ferrovias foram postas sob controle do governo.

Stalin continuou liderando as filosofias comunistas e ampliou o crescimento da URSS. Este exemplo do comunismo foi seguido em muitos países desde então, entre os quais, no cenário atual, se destaca a China.

Faça uma Pergunta ou Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.