O seu Dicionário Jurídico Online

Recrutamento e Seleção

Quando uma empresa precisa contratar um colaborador, algumas técnicas da Gestão de Pessoas devem ser aplicadas. Dentre elas, é possível destacar duas de grande importância: recrutamento e seleção. Mesmo que sejam utilizadas como sinônimos, é importante entender que se tratam de ferramentas distintas.

Anteriormente aqui no dicionário direito vimos sobre chefe e líder, ceoprograma 5sanalise swotCiclo PDCA. Veremos hoje a diferença entre recrutamento e seleção, o que são e suas características.

Recrutamento e Seleção Diferenças

O recrutamento está ligado à busca pela mão-de-obra desejada por uma empresa específica através da aplicação de técnicas e procedimentos.

Pode-se dizer que ele é mais amplo que a seleção, pois busca, a princípio formar uma relação de candidatos interessados na vaga. Isto pode ocorrer através do recebimento de currículos, por exemplo.

Já a seleção é um processo que só pode ser iniciado quando finalizado o recrutamento. Ela tem a missão de encontrar uma pessoa capacitada que atenda todas as necessidades da organização, ou seja, visa escolher o funcionário que irá fazer parte do seu quadro de pessoal.

Para que isso ocorra, é necessário ela englobe algumas etapas, tais como: entrevista presencial, testes de personalidade, testes psicológicos e provas específicas.

Tipos de Recrutamento

Há três principais tipos recrutamento utilizados hoje em dia, sendo eles:

  1. Recrutamento interno: ocorre quando a empresa oferece oportunidade para seus próprios funcionários subirem de cargo. Com isso, todo o processo é realizado e divulgado apenas internamente.
  2. Recrutamento externo: esse tipo é o contrário do interno. Todo o processo de escolha de colaboradores é realizado com pessoas que não fazem parte da organização. Com o recrutamento externo, a empresa busca pessoas novas para fazerem parte do quadro de funcionários.
  3. Recrutamento misto: é a junção do externo com o interno. A empresa dá oportunidade tanto para os colaboradores que já fazem parte de sua equipe, quanto para as pessoas de fora. Este processo não favorece ninguém, e membros ambos os grupos têm as mesmas chances de conseguirem a vaga.

Mesmo recrutamento e seleção não sendo a mesma coisa, eles precisam andar juntos quando se busca ocupar uma vaga. Com boas técnicas de recrutamento e etapas de seleção mais assertivas, é provável resultado final positivo para ambos os lados.

Faça uma Pergunta ou Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.